top of page
  • Foto do escritorRafaela Antico

Uerj coleta doações para vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

Atualizado: 25 de mai.

Alimentos não perecíveis, água mineral e itens de higiene e limpeza são o foco da campanha de arrecadação


Materiais de higiene, garrafas de água, entre outras doações são organizadas por voluntárias
Voluntários organizam doações em ponto de coleta no campus Maracanã da Uerj, nesta quinta-feira (9).

Por todo o Brasil, muitas instituições iniciaram campanhas para recolher doações destinadas às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Mais de dez toneladas de doações saíram do Rio de Janeiro e foram para o Rio Grande do Sul em navio da Marinha. E novas remessas estão sendo preparadas. O sofrimento de quem está longe comoveu a população, que se mobilizou diante da calamidade.


No momento, há uma demanda especial por roupas de frio e sapatos fechados, devido às baixas temperaturas previstas. É importante lembrar que as peças doadas precisam ser higienizadas antes do envio. As chuvas constantes e a crise de abastecimento impossibilitam que elas sejam lavadas. 


O Rampas selecionou alguns locais que estão aceitando doações. Veja a seguir:


Uerj


A partir de quinta-feira (9), a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) se tornou um dos pontos de coleta de doações de mantimentos para socorrer as vítimas do Rio Grande do Sul. Os itens são encaminhados para a base da Força Aérea Brasileira (FAB), no Galeão, e de lá são transportados para a região atingida.


Água mineral, alimentos não perecíveis, ração para animais, produtos de higiene e de limpeza são os itens mais necessitados. Quem quiser ajudar pode levar a doação até o campus Maracanã da Uerj, de segunda a sexta, das 6h às 23h, e sábado, das 6h às 18h.


O endereço é Rua São Francisco Xavier, 524, e o espaço destinado para a coleta está instalado no hall dos elevadores do Pavilhão João Lyra Filho.


CUFA e MetrôRio


A Central Única das Favelas (CUFA) está concentrando esforços na arrecadação de alimentos, produtos de higiene, remédios e água. A instituição também está aceitando contribuições através de transferências bancárias, depósitos e doações on-line, permitindo que pessoas de todo o país se envolvam nessa iniciativa humanitária. A chave Pix é doacoes@cufa.org.br.


Para quem deseja fazer a doação pessoalmente, a CUFA disponibiliza pontos de coleta em sua sede em Madureira e em suas filiais regionais. A sede da Cufa no Rio fica na Rua Francisco Batista, Nº 1 (sob o Viaduto Negrão de Lima, Madureira).


Em parceria com o MetrôRio, a CUFA também recebe donativos em cinco estações do metrô: Saens Peña, Central, Carioca, Largo do Machado e Jardim Oceânico. As entregas podem ser feitas de segunda a sábado, das 5h à meia-noite; e aos domingos e feriados, das 7h às 23h.


RIOgaleão


O RIOgaleão está recebendo itens de higiene pessoal, como pasta e escova de dente, fraldas, sabonete, papel higiênico e absorvente, 24 horas por dia, em dois pontos de coleta: na entrada do prédio administrativo no RIOgaleão Cargo (TECA) e ao lado do balcão de informações do Terminal 2.


Ruas alagadas em cidade do Rio Grande do Sul, com nível da pagua alcançando quase o teto das casas
Ruas alagadas em São Sebastião do Caí (RS), na terça-feira (7). — Foto: Carlos Macedo/AP

Comments


bottom of page